Casa da Ciência participa da Semana Nacional do Cérebro

A Ciência por trás do filme Divertida Mente

Você já se perguntou o que se passa dentro da cabeça das pessoas?

Por que lembramos ou esquecemos algo? Como as emoções influenciam os nossos pensamentos?

 

A Casa da Ciência integrou as atividades da décima sexta Semana Nacional do Cérebro, uma campanha global coordenada pela Dana Alliance for Brain Initiatives e a European Dana Alliance for the Brain que reúne anualmente universidades, hospitais e diversas organizações durante uma semana para popularizar conhecimentos na área de neurociência.

Na edição deste ano, o tema foi Científica mente: a ciência por trás do filme Divertida Mente. Todos nós sabemos que entender como o cérebro do ser humano funciona não é fácil, mas nós podemos começar a partir do cinema, e da melhor maneira possível: Divertida Mente.

O que são memórias? Onde elas estão registradas? Você sabe como funcionam nossas emoções? Como elas são formadas? Como se comportam? O tema foi amplamente discutido pelos palestrantes Danilo Benette Marques, Matheus Teixeira Rossignoli e Rafael Naime Ruggiero, do Laboratório de Investigação em Epilepsia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP.

O filme Divertida Mente foi lançado em 2015 e mostra as reações do cérebro de acordo com situações vivenciadas no dia a dia de Riley, uma menininha de apenas 11 anos que tem suas emoções agitadas ao ter que se mudar para uma nova cidade.

Mas afinal, o que são emoções? De acordo com os especialistas e ao contrário do que imaginamos, quem de fato comanda o ser humano são as emoções e não a razão. As emoções seriam universais tanto no homem quanto em outros animais vertebrados (como peixes, anfíbios, lagartos e serpentes, tartarugas, crocodilos, aves e mamíferos), ou seja, seriam inatas e fundamentais para nortear os comportamentos destes.

As emoções básicas reconhecidas pela Ciência e retratadas no filme são: o nojo, a raiva, o medo, a alegria e a tristeza. Raiva de ter perdido a palestra ou medo de não ter aprendido tanto quanto gostaria sobre as emoções? Não fique triste, no vídeo você pode conferir tudo!

Você sabia que um dos primeiros cientistas que pensou sobre as emoções foi Darwin? Ou que uma das primeiras emoções a ser estudada foi a raiva?

Apesar de a raiva ser a primeira emoção estudada, o palestrante Danilo explicou que o medo é a emoção que mais desperta o interesse dos cientistas, e que, portanto possui uma vasta quantidade de estudos sobre ela. Você sabe como o medo é despertado no ser humano?

Você sabia que algumas áreas específicas do cérebro são ativadas quando as pessoas sentem nojo? Ou que quebrar a barreira do nojo pode ser um sinal do que chamamos de amor?

E a alegria, como o cérebro se comporta diante de uma situação agradável? Você sabia que existe diferença neurológica entre querer e gostar? Durante o bate papo, o palestrante Danilo discutiu de forma descontraída essas curiosidades, que todos já se perguntaram em algum momento.

O que são memórias base? Onde elas são registradas? E o que são memórias de longo prazo? Assim como a emoção, a memória é outra área fundamental, pois ela integra personalidade ou registra quem cada um é. Você já pensou que sem a memória você dificilmente saberia quem você é?

E como ocorre o registro da memória? O palestrante Matheus explicou aos participantes que a memória passa por três estágios principais: primeiro é a entrada da informação, em seguida o organismo deve incorporar essa informação e por último essa informação deve ser evocada.

Como a memória é dividida? Ou o que são memórias centrais? Você sabia que a memória pode migrar no cérebro? Matheus mostrou trechos do filme que ajudaram na discussão dessas questões.

Você sabia que a memória e a emoção andam juntas? As memórias contem informação e emoção, e a emoção influencia diretamente no armazenamento da memória. Confuso né? Mas o palestrante Rafael explicou aos estudantes todo esse trajeto percorrido pela memória.

Você sabe por que a memória guarda as emoções “mais fortes”? Você sabia que as memórias influenciam a personalidade, a motivação e até mesmo as decisões futuras?

E você, sabe como sua memória funciona? Ou sabe como as emoções que você está sentindo podem influenciar no seu dia a dia? Confira no vídeo abaixo mais uma palestra do Adote um Cientista e entenda melhor sobre a complexidade do cérebro humano.

Texto por: Crislaine Messias

Revisão por: Caio de Oliveira

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

%d blogueiros gostam disto: