Investigação e Divulgação do Ciclo de Vida das Abelhas Solitárias em Espaços não Formais de Aprendizagem

Os conhecimentos trazidos pelos estudantes de que todas as abelhas são sociais e agressivas foi o ponto de partida para a elaboração de um plano de investigação para a superação de tais concepções prévias. Em oito encontros semanais (24 horas de orientação) os estudantes utilizaram a técnica de construção de ninhos-armadilha, identificando e atribuindo significado às características do ciclo de vida da abelha solitária Centris analis. A abertura dos ninhos-armadilha exigiu uma grande e cuidada preparação teórica e técnica, precedida e integrada num projeto que a orienta, conhecido como “Pequeno Cientista”, do programa da Casa da Ciência do Hemocentro/USP de Ribeirão Preto. Da reflexão dos resultados foi possível problematizar conceitos importantes, tais como: comportamento alimentar, cuidado parental, adaptações, desenvolvimento holometábolo.

Ricardo Marques Couto

Fernando Rossi Trigo

Marisa Ramos Barbieri

 

%d blogueiros gostam disto: