O Mundo da Nanotecnologia

GIOVANA FARIA

O que é a nanotecnologia? Essa tecnologia de escala atômica está muito mais presente nas nossas vidas do que imaginamos. Para entender a proposta e o desenvolvimento do projeto O Mundo da Nanotecnologia, nós da Casa batemos um papo com a Caroline Eloisa Apolinário Botteon e a com a Letícia Bueno Silva.

Caroline é doutoranda em Ciências Farmacêuticas pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP-USP) e graduada em Farmácia-bioquímica também pela FCFRP-USP, e Letícia é graduada em Farmácia-Bioquímica pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP-USP), mestre e doutoranda em Ciências também pela FCFRP-USP.

Como você conheceu a Casa?

GRUPO Conhecemos a Casa através do e-mail de divulgação do projeto Pequeno Cientista. Depois entramos no site da Casa para obter mais informações.

O que te motivou a escolher participar do Pequeno Cientista?

GRUPO Nós estávamos procurando um projeto social para participar, e quando descobrimos o Pequeno Cientista e a importância que este projeto tem na vida das crianças, ficamos muito motivadas em participar. Além disso, essa é uma grande oportunidade para nossa formação.

Como foi realizada a escolha do tema/recorte de pesquisa para as aulas

GRUPO A escolha veio do fato de acharmos a nanotecnologia, que é nossa área de estudo, muito fascinante. Além disso, os jovens e as crianças hoje ouvem o termo nanotecnologia o tempo todo, seja em desenhos, filmes ou seriados. A nanotecnologia está muito presente no nosso cotidiano, apesar de poucos se darem conta disso. Por isso, ter esta noção pode trazer mais conhecimento para as crianças. Além disso, possibilitaria às crianças – pequenos cientistas – entenderem como se faz ciência nesta área, na prática.

Por que você escolheu este método de ensino?

GRUPO O método de aula expositiva com uso de metodologias ativas que permitem aos alunos se envolverem mais e participarem ativamente na construção do conhecimento. Com atividades de recorte e cole, perguntas, massinhas, vídeos e desenhos conseguimos perceber se atingimos nossos objetivos para cada aula, além disso, conseguimos reforçar o conteúdo transmitido durante as aulas, uma vez que os encontros são muito curtos.

Você já alterou algo no método de ensino ou no conteúdo após esses primeiros encontros? Se sim, baseado em qual comportamento do aluno?

GRUPO Sim, já alteramos. Os alunos apresentaram muito entusiasmo, no entanto pareciam ter medo do conteúdo e não tinham uma bagagem com a qual podiam associar os conceitos que começaram a aprender. Em outras palavras, alguns conceitos básicos precisavam ser resgatados. Logo na primeira aula percebemos que tínhamos que buscar mais simplicidade de conteúdo para atingir os alunos. Tivemos que preparar aulas falando de temas básicos para a farmácia, matemática e nanotecnologia e tivemos que trazer exemplos práticos como produtos de mercado, desenhos e esquemas.

O grupo da Caroline e da Letícia é composto pelos alunos:

  • Bryan Lucas Quaglio Cândido
  • Mariana Poline
  • Matheus Cadmiel Messias da Silva
  • Nicolas de Souza Turazzi Mesquita
  • Noemi Morais Oliveira
  • Pedro Augusto Jesus de Andrade

Deixe uma resposta