Você gosta de tomar um açaí para se refrescar?

       Na última quinta-feira o pesquisador Éder Dos Santos Souza falou sobre a doença de Chagas, causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi e conhecida por ser transmitida pelas fezes de insetos Triatominae, popularmente denominados de barbeiros.

       Afinal, é verdade que também podemos nos contaminar com essa doença ao ingerirmos açaí? Para responder essa pergunta, durante sua palestra no Adote um Cientista da Casa da Ciência, o dourando em Biociências e Biotecnologia Aplicadas á Farmácia pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas (UNESP-Araraquara) falou um pouco sobre o histórico da doença, que hoje leva o nome do médico e pesquisador Carlos Chagas, responsável pela descrição do ciclo da doença no início do século XX.

       Para entender o porquê de uma possível contaminação pela ingestão de açaí, mesmo o industrializado (!), foi necessário antes aprender sobre a diversidade de insetos Triatominae, seus hábitos alimentares distintos e hábitos ecológicos. Bem como, a origem do fruto do açaí, coletado em palmeira no Pará por populações ribeirinhas.
Ficou curioso? Nossos alunos também! Por isso, se quiser saber a resposta para as perguntas que fizeram, como “A doença de Chagas tem cura?” ou “O barbeiro é um inseto solitário ou fica em bando?”, não deixe de assistir a palestra “Transmissão da doença de Chagas por meio do açaí, mito ou verdade?” na íntegra abaixo.

Vamos tomar um açaí?

Texto: Caio M.C.A. de Oliveira

Revisão: Ricardo M. Couto

%d blogueiros gostam disto: