Eu irei apresentar, com base nos 3 vídeos postados no Canal Casa Da Ciência e mostrar a relação entre elas. Os demais vídeos são:

– Neurotransmissores: A chave da comunicação sináptica

– Neurotransmissão: A comunicação neural que dá química e é eletrizante

– Metabolismo Celular

Nos vídeos podemos perceber uma relação, ambos falam sobre o nosso corpo. Precisamos ter um conhecimento básico sobre o nosso organismo e a nossa mente, com base nesses estudos podemos ver que uma das formas para o nosso metabolismo funcionar, é com a reação química; formado pelos reagentes. Eles que irão dar origem ao produto (resultado final), na qual, o reagente se junta para fazer moléculas maiores, porém é possível obter o contrário em algumas ocasiões.

Como de exemplo, podemos pegar a barra de chocolate. Quando temos a barra, e quebramos a mesma, já não iremos ter uma barra de chocolate, mas sim, pedaços de chocolates. Nesse caso, o reagente é a barra, e o produto final os pedaços.

Existem mais de 86 milhões de neurônios em nosso cérebro, são eles que tomam conta do nosso sistema nervoso. Os mesmos que desencadeiam o impulso nervoso, área em que se chama Sinapse; mas que também pode ser chamado de reação química.

Esse impulso nervoso é causado junto de neurotransmissores, que são substâncias químicas produzidas pelos neurônios, com a função de biossinalização. Por meio delas é possível enviar informações a outras células. Elas ficam armazenadas nas “vesículas sinápticas”.

São três etapas para que o neurotransmissor seja enviado a outro neurônio, nelas há:

Temos dois tipos de Sinapse:

A sinapse química passa pela fenda para uma célula pós-sináptica, sendo assim, transmissão ocorre por meio de neurotransmissores. A sinapse elétrica são correntes iônicas que passam diretamente pelas junções comunicantes até chegarem às outras células.

Bem, isso é um resumo do que aprendemos dentre os três vídeos. Agregamos nosso conhecimento com a ajuda da Casa da Ciência, obrigada.