NEUROTRANSMISSÃO E A DOR

Videos utilizados:

* Uma viagem no tempo

* Neurotransmissão – A comunicação neural que dá química e é eletrizante

*Neurotransmissores – A chave da comunicação sináptica

Você sabe o que é dor? Dor é uma experiência sensitiva e emocional, que é causada por alguma lesão ou um sentimento semelhante à lesão. A dor física se dá através da transformação dos estímulos agressivos em potenciais de ação, que receptores específicos para a dor (nociceptores / terminações nervosas livres) transmitem até o sistema nervoso central onde é interpretado no córtex cerebral como dor.

Receptores em nossa pele, registram a lesão e imediatamente passam os sinais para os nervos que correm pelo nosso corpo em direção à medula espinhal. Os sinais são então transmitidos para outras fibras nervosas (neurônios) que os carregam para a massa cinzenta dentro da medula espinhal. Na medula, os sinais saem em duas direções, alguns contatam fibras nervosas que os conduzem diretamente de volta aos músculos; se estivermos falando de um contato com fogo, por exemplo, eles fazem os músculos reagirem violentamente, afastando-o do calor. Enquanto isso, os outros sinais originais ainda estão sendo levados ao cérebro, através da medula espinhal, por conta disso percebemos a dor uma fração de segundo mais tarde. Quando os tecidos se lesionam, há liberação de mediadores químicos da inflamação, que ativam mais receptores, que muitas das vezes esta associada à sensação latejante e ardente.

Nos últimos anos observou-se o aumento da taxa de dor crônica entre crianças e adolescentes. A dor crônica é uma dor que persiste por um longo período de tempo. Esse tipo de dor traz uma série de incapacidades, muitas delas relacionadas na realização de tarefas, funções corporais e interações sociais. E o que isso causa na sociedade? Uma população jovem portadora de dores crônicas faz com que no futuro tenhamos uma população adulta também portadora de dores crônicas. Algumas causas das dores crônicas podem ser a má qualidade do sono, má alimentação ou algum trauma emocional, isso porque moléculas do sistema nervoso central, chamadas de micróglias, viram substâncias inflamatórias quando estressadas e resulta na dor.

Maria Clara de Freitas Moreira – Escola Estadual Senador Levindo Coelho – 1º ano do Ensino Médio

Publicações Relacionadas

Comentários